Prepare a carteira: o que não estiver esgotado vai ficar mais caro

Prepare a carteira: o que não estiver esgotado vai ficar mais caro
Bruno Faria Lopes 28 de outubro de 2021

Há ruturas nos materiais para obras, risco nos brinquedos e na eletrónica no Natal, ameaça nos cereais. E há a garantia de que os preços de tudo o que compramos – dos ovos ao pão, da roupa aos carros – vão subir nos próximos meses. O impacto do caos no comércio mundial está aí e não vai desaparecer tão cedo.

Há um choque económico global inédito em curso e em Ferreira do Zêzere, no Ribatejo, os efeitos são sentidos em pleno. Na Zêzereovo, um grande produtor de ovos que fornece as grandes cadeias de supermercados, a pressão é total. “As pintas na fase de cria precisam de calor que gasta muito gás e o preço do gás disparou”, explica o diretor-geral Alfredo Martins. Depois há a parte das rações. “Aí a questão é essencialmente o preço do milho e da soja, os componentes das rações”, explica o gestor.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais