Margarida Martins: as boleias, as ofertas e a dívida de €47 mil (vídeo)

Margarida Martins: as boleias, as ofertas e a dívida de €47 mil (vídeo)
Marco Alves 23 de setembro

É recandidata à Junta de Freguesia de Arroios, mas a Segurança Social reclama-lhe €47 mil e penhorou-lhe salário e casa. Entretanto, a SÁBADO filmou-a e fotografou-a nas suas compras pessoais (sem pagar) ao sábado. Um carro da junta e um fiscal vão buscá-la e levá-la a casa. Fernando Medina reitera que mantém confiança pessoal e política

Figos! Figos!” Eram 12h10 do passado 10 de julho quando Margarida Martins, presidente da Junta de Freguesia de Arroios, fazia o seu pedido a um vendedor de fruta do mercado 31 de janeiro, em Lisboa. Parecia uma cena normal de uma pessoa normal a fazer compras num sábado de manhã num mercado, mas o que aconteceu teve dois detalhes anormais.

“Figos! Figos!”, repetiu. E depois outra vez: “Figos!” O vendedor pegou então numa pequena caixa de plástico, encheu-a de figos e meteu-a num dos sacos que ela tinha junto aos pés. A autarca tinha chegado minutos antes, às 12h07, e antes de se sentar já tinha gritado por “figos!”. Alguém lhe disse, a brincar, que não havia, mas ela respondeu de pronto: “Há, há.” E havia de facto, estavam mesmo à sua frente. “É para a minha festa de anos”, disse a autarca do PS, que faria 68 anos no dia seguinte.

Margarida Martins sentou-se então, e às 12h09 o vendedor pegou num saco e colocou lá dentro uma grande caixa, daquelas de cartão que levam dois quilos, cheia de cerejas. Depois, uma caixa de morangos. E depois duas mangas, tão grandes que ficou preocupada com o peso. “Não ponhas em cima das cerejas.” Depois, veio um grande melão. E como não parava de pedir figos, eles vieram.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais