Comissão de honra de Medina cheia de artistas contratados pela CML

Comissão de honra de Medina cheia de artistas contratados pela CML
Marco Alves 14 de setembro

O caso mais flagrante é Mariza: em junho, a CML adjudicou-lhe um concerto por €33 mil e em julho era a mandatária da recandidatura.

José Cid: €36.900 para a passagem de ano 2019/20. Joana Vasconcelos: €62.600 para "colocação de peças no Museu da Cidade", em 2018. Herman José: €196.234 para oito espetáculos "Herman & Amigos", em 2017. Kátia Guerreiro: €22.140 por dois concertos em 2018 e 2019. Branko: €27.060 por espetáculo em 2018. Cuca Roseta: €24.700 por três contratos, o último em maio.

Hélder Moutinho: €44.536 por três espetáculos, o último em junho. Ricardo Ribeiro: €9.840 por concerto em 2020. Camané: €35.670 por três concertos. Patrícia Reis: €24.501 em 2020 por "design e execução das peças gráficas". Mariza: €33.210 para um concerto em junho de 2021.

Estes 11 artistas são alguns dos muitos que fazem parte da Comissão de Honra da candidatura de Fernando Medina à Câmara Municipal de Lisboa (CML) e que ao mesmo tempo foram clientes recentes da autarquia liderada pelo mesmo Fernando Medina de 2017 a 2021.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais