João Pereira Coutinho
João Pereira Coutinho Politólogo, escritor
26.09.2022

Cabeças iluminadas

A tragédia da escravatura costuma preencher a retórica política contemporânea. Mas há algo estranho nessa retórica: ao mesmo tempo que se fala dos crimes do passado (e muito bem), os crimes do presente nunca merecem a mesma atenção (e muito mal).

19.09.2022

Homens livres e escravos

As armas ocidentais são uma bela ajuda? Não duvido, razão pela qual espero que continuem a chegar à Ucrânia. Mas também não duvido que a cabeça de um soldado russo, enfiado naquele atoleiro, seja incapaz de responder à questão mais simples: “Que estou eu aqui a fazer?”

12.09.2022

Testes do algodão

A dois meses do Natal, os portugueses terão as suas contas dilatadas, mesmo a tempo do bacalhau e do bolo-rei. E o futuro? O futuro, que não se adivinha risonho, terá novas medidas nulas ou modestas, para serem recebidas em festa.

05.09.2022

É a realidade, estúpido!

Mais relevante do que a demissão de Marta Temido foi a demissão de António Costa, que foi permitindo todos estes extremos de fanatismo e inaptidão como se fosse um turista a passear por São Bento. Os portugueses pagaram com doença e morte tamanha omissão.

29.08.2022

Cabeça, tronco e membros

Patrícia Gaspar já não se pode queixar: um algoritmo muito sábio que ela lá tem indicava que os incêndios deste Verão seriam muito piores, atendendo à seca extrema e às temperaturas marroquinas. Não foram. Só ardeu 70% do previsto, disse a senhora.

08.08.2022

Nas nuvens

As cenas de pugilato, em que os viajantes são removidos dos seus legítimos lugares à força, não param de crescer. Nos EUA, uma forma de lidar com estas barbáries passa por “leilões do avesso”: o passageiro, no momento do check-in, já informa qual é o seu preço para ceder o lugar.

01.08.2022

Horas de aperto

Ao mesmo tempo que já controla 20% do território ucraniano, onde comete as suas atrocidades em paz e sossego, Putin faz lembrar Khrushchev, quando este dizia: “Berlim são os testículos do Ocidente. Sempre que eu quero que o Ocidente grite, eu aperto Berlim”

25.07.2022

Tristes fados

A preferência pelo almirante Gouveia e Melo, no momento actual, talvez seja mais prosaica do que parece: bem vistas as coisas, o sucesso da vacinação foi o último momento em que o Estado não envergonhou os nativos.

18.07.2022

Camelos

Para quê culpar a natureza quando, logo a seguir, há sempre alguém que começa a fazer perguntas sobre a competência do Estado para combater essas catástrofes naturais? Melhor depositar nas “mãozinhas” dos portugueses a responsabilidade última por qualquer sarilho.

11.07.2022

Rendas e bordados

Engraçado: o nosso MP, em casos recentes, foi incapaz de ver o perigo evidente que certos menores corriam em casas de atroz violência. Mas, perante estes dois alunos, nem hesita em sequestrá-los para os proteger de um perigo imaginário.

01.07.2022

Fanatismos

Se o aborto fosse um caso “óbvio” e sem dramas, a bibliografia sobre o assunto não seria extensa e variada. Falar do aborto é falar de um dos temas éticos mais complexos da nossa civilização. Não é um concurso de decibéis, só para ver quem grita mais alto.

24.06.2022

Fantasias populares

A última sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã: 91,5% dos portugueses exigem reformas estruturais, sobretudo na Saúde e na Justiça; mas 65,8% não acreditam que António Costa seja o homem para o serviço.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana