Quão preocupados devemos ficar com a varíola dos macacos?

Quão preocupados devemos ficar com a varíola dos macacos?
Ana Bela Ferreira 21 de maio

Em 12 países já foram identificados 80 casos e 50 estão ainda em investigação. As autoridades de saúde tentam perceber como está a transmitir-se um vírus que é endémico na África Ocidental, mas raro fora deste continente. Doença costuma ser, no entanto, sem gravidade.

Os infetados de varíola dos macacos já ultrapassam os 80 e existem mais 50 suspeitas em investigação, em 12 países. Os alarmes soaram na Europa com o aumento dos casos, que levou as autoridades de saúde a emitirem alertas durante a semana passada. Em Portugal, são 23 os casos confirmados. Na Europa, foram identificados doentes no Reino Unido, Espanha, Portugal, França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Itália e Suécia. Foram ainda identificados infetados no Canadá, Austrália e EUA.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais