Movimento quer fim das PPP rodoviárias já reflectido no próximo OE

C.A.C. 02 de agosto de 2018

Frente Cívica, de Paulo Morais, vai realizar encontros de esclarecimento pelo País. "Manter as rendas actuais representa um prejuízo de 11 mil milhões de euros", disse à SÁBADO.

O Movimento Frente Cívica (MFC) acredita que vai conseguir recolher, até 15 de Setembro, as 20 mil assinaturas necessárias para que a iniciativa legislativa de extinção dos contratos de parcerias público privadas rodoviárias seja aprovada e já possa ser incluída no Orçamento do Estado de 2019. Lançada em Abril, a proposta já tem mais de cinco mil assinaturas e o presidente do MFC, Paulo Morais, não duvida que o objectivo é concretizável. A iniciativa está agora colocada no site da Assembleia da República para que possa ser assinada por qualquer cidadão e, mesmo em Agosto, o advogado continuará a participar em vários encontros de esclarecimento, como acontece no próximo dia 13, em Portimão. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais