Ucrânia, uma escalada militar irreversível

Estados Unidos e a Alemanha vão enviar tanques para a Ucrânia. Os Países Baixos também mostraram disponibilidade. Mas além dos tanques, será necessário muito mais armamento.

A seguir aos tanques será a vez dos caças F-16 porque a lógica militar a tanto obriga, conforme admitiu o chefe da diplomacia holandesa, Wopke Hoekstra.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais