Trump assina declaração a reconhecer soberania de Israel sobre os Montes Golã

Cátia Andrea Costa , Lusa 25 de março de 2019
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 15 a 21 de abril
As mais lidas

Os Montes Golã sírios foram ocupados na sua quase totalidade e anexados por Israel na sequência da guerra dos Seis Dias, em 1967, uma decisão que nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou, esta segunda-feira uma declaração a reconhecer a soberania de Israel sobre os Montes Golã. Numa conferência de imprensa com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, o líder da Casa Branca considerou a decisão um ato de "justiça histórica" e uma "vitória diplomática".

Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Trump Netanyahu Casa Branca
Na quinta-feira passada, Trump disse numa mensagem no Twitter que tinha chegado o momento de reconhecer a soberania de Israel sobre os Montes Golã.Trump precisou na mensagem que "após 52 anos, é importante que os Estados Unidos reconheçam em pleno o controlo" sobre uma área definida como "de crucial importância estratégica e de segurança para Israel" e a estabilidade da região.

A posição do líder da Casa Branca não agrada à Turquia, que já veio dizer que levará o caso às Nações Unidas. Para Ancara, reconhecer a soberania israelita sobre os Montes Golã é um passo para a destabilização do Médio Oriente.

Os Montes Golã sírios foram ocupados na sua quase totalidade e anexados por Israel na sequência da guerra dos Seis Dias, em 1967, uma decisão que nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

Com Lusa
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais