Mais documentos confidenciais encontrados em casa de Joe Biden

Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 2 a 8 de fevereiro
As mais lidas

Os investigadores do Departamento de Justiça estiveram na casa de Joe Biden em Delaware durante mais de 12 horas.

Uma nova busca feita pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos na casa do presidente, Joe Biden, em Delaware encontrou mais seis documentos confidenciais.

REUTERS/Kevin Lamarque
Alguns destes documentos foram classificados pelo advogado Bob Bauer como "materiais circundantes" e são relativos aos anos em que Joe Biden representou Delaware no Senado, entre 1973 e 2009 e os restantes são relativos ao seu mandato enquanto vice-presidente das administrações de Barack Obama, entre 2009 e 2017.

Os investigadores do Departamento de Justiça estiveram na casa de Joe Biden durante mais de 12 horas e encontraram ainda algumas notas escritas por Biden enquanto vice-presidente.

Segundo o advogado do atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden ofereceu o total acesso "à sua casa para que o Departamento da Justiça realizasse uma busca em todas as instalações para verificar a existência de registos do vice-presidente em potencial e material classificado".

Desde o início do mês já foram descobertos documentos na residência de Biden em Wilmington e foi também tornado público que em novembro tinham sido encontrados documentos confidenciais no escritório particular que mantinha em Washington DC.

As sucessivas descobertas demonstram que os investigadores federais estão a avançar rapidamente com as investigações.

O procurador-geral, Merrick Garland, também já nomeou um conselheiro especial para investigar o caso. Este conselheiro especial é Robert Hur e está a investigar como é que Joe Biden e toda a sua equipa lidaram com as descobertas destes mesmos documentos.

As buscas deste sábado foram as primeiras feitas pelas autoridades federais neste processo, uma vez que das duas vezes anteriores os documentos foram descobertos pelos advogados de Joe Biden e entregues às autoridades.

Os republicanos têm tentado aproximar esta investigação à que está em andamento sobre a forma como o ex-presidente republicano Donald Trump lidou com os documentos confidenciais que mantinha na sua casa em Mar-a-Lago depois do fim do seu mandato. No entanto, a Casa Branca tem referido que Biden e a sua equipa de advogados tem cooperado com as autoridades enquanto Trump recusou totalmente fazê-lo, o que levou o FBI a fazer uma busca à sua casa.

Na passada quinta-feira, Joe Biden afirmou que "não se arrepende" de não ter tornado a descoberta dos documentos confidenciais pública antes das eleições intercalares e que acreditava que não existiam mais documentos, pelo que o assunto estaria resolvido.

Trump tem considerado que o atual presidente dos Estados Unidos está a receber um tratamento diferente do que aquele a que esteve direito e utilizou as redes sociais para questionar "quando é que o FBI vai invadir muitas das casas de Joe Biden ou até a Casa Branca?"
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais