Trigo Pereira sobre Carlucci: "Os fins não justificam os meios"

Trigo Pereira sobre Carlucci: 'Os fins não justificam os meios'
Margarida Davim 06 de junho de 2018

"Deputado do PS diz que Frank Carlucci é indissociável da CIA, que adoptava e promovia "métodos e práticas de actuação totalmente contrários aos princípios basilares dos regimes democráticos".

Paulo Trigo Pereira absteve-se, esta quarta-feira, nos três votos de pesar pela morte de Frank Carlucci. Na declaração de voto apresentada, explica que o fez por não concordar com os métodos do ex-embaixador americano cujo papel no PREC é elogiado por PS, PSD e CDS.

Trigo Pereira diz que Carlucci é indissociável da Central Intelligence Agency (CIA) da qual foi vice-director entre 1978 e 1981. E essa agência, sustenta o deputado independente eleito pelo PS, "adoptava e promovia, quer no plano interno, quer no plano externo, métodos e práticas de actuação totalmente contrários aos princípios basilares dos regimes democráticos e do Estado de Direito e atentatórios dos direitos humanos e da soberania e independência dos Estados" nas décadas de 70 e 80.

"Estas minhas palavras são de resto confirmadas por um conjunto de documentos que com o passar dos anos têm sido tornados públicos. No plano interno veja-se, por exemplo, a actuação da CIA, no contexto do final dos anos 60 e da administração Nixon, e a postura que adoptou perante os movimentos sociais que lutavam contra as desigualdades raciais, pelo reforço dos direitos civis e políticos dos afro-americanos e contra a guerra do Vietname", lê-se na declaração de voto a que a SÁBADO teve acesso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais