PSD de Bragança acusa PS de falsas acusações para justificar falhanço do Governo

Lusa 03 de março de 2019
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas

Comissão política distrital acusou o PS de usar falsas declarações para justificar o falhanço das reivindicações da região esquecidas pelo Governo socialista no Plano Nacional de Investimentos 2030.

A comissão política distrital do PSD de Bragança acusou este domingo o PS de usar falsas declarações para justificar o falhanço das reivindicações da região esquecidas pelo Governo socialista no Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030.

PSD bandeira
PSD bandeira Jorge Padeiro / Sábado
A estrutura social-democrata reagiu hoje, numa conferência de imprensa, em que esteve também presente o deputado do PSD por Bragança, Adão Silva, em defesa do presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, acusado de falta de solidariedade por autarcas e pela federação distrital do PS.

"Tecer falsas acusações e emitir aviltantes juízos de caráter contra o presidente do município de Bragança, para além de desleal e condenável, é desviar as atenções do essencial, como meio para justificar o falhanço das reivindicações registadas e, entretanto, esquecidas pelo governo central, liderado pelo PS", afirmou Jorge Fidalgo, presidente da distrital do PSD.

Em causa estão posições assumidas recentemente, com o autarca social-democrata Hernâni Dias a queixar-se de que a reivindicação de 20 anos da ligação à fronteira com Puebla de Sanábria poder estar em causa por causa da inclusão e outra ligação por Macedo de Cavaleiros e Vinhais à Gudinha nas propostas de investimento apresentada pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-Montes ao Governo.

Os autarcas socialistas, que se encontram em maioria na CIM (sete, concretamente e dois do PSD), reagiram em conjunto e com a federação do PS, acusando o presidente de Bragança de falta de solidariedade por apenas pensar no relvado do próprio jardim.

A distrital do PSD vincou hoje que as prioridades dos autarcas e deste partido são aquelas que sempre defenderam e que da parte dos social-democratas "não há qualquer divisão, apenas uma coerência na defesa dos interesses da região, que já são anteriores à CIM".

O presidente da distrital, Jorge Fidalgo, lembrou que entre as prioridades para a região estão a ligação de Bragança à Puebla de Sanábria e as ligações de Vimioso e Vinhais a Bragança, assim como do IC5 (Miranda do Douro) a Espanha.

O PSD está solidário com a nova reivindicação a Espanha pela Gudinha, mas entende que dispersar, neste momento, as prioridades, é dar argumentos ao Governo para deixar de fora a região no Plano Nacional de Investimentos.

A verdade é que nenhuma das antigas reivindicações regionais consta da versão apresentada pelo Governo, nem mesmo a ligação de Vimioso a Bragança, que já se encontra em fase de discussão do Estudo de Impacto Ambiental e já tinha sido contemplada com 20 milhões de euros, entretanto retirados, segundo Jorge Fidalgo, que é também presidente da Câmara de Vimioso.

O descontentamento com as opções do Governo é "corroborado", segundo disse pelas próprias estruturas locais do PS e lembrou a demissão do presidente da concelhia de Bragança, o socialista André Novo, "desconfortável" com o PNI.

Jorge Fidalgo salientou que a prova da solidariedade de Bragança e dos municípios do PSD, como outros na CIM, é que têm abdicado do critério que lhes garantia mais verbas do pacto para o desenvolvimento regional em prol de municípios mais pequenos.

O deputado do PSD na Assembleia da República eleito por Bragança, Adão Silva, classificou de "bizarro e injusto o ataque ao presidente de Bragança por parte do PS" e vê "aqui um exercício trapalhão de tentar tapar o sol com a peneira".

O autarca de Bragança, Hernâni Dias, esteve presente na conferência de imprensa, mas não se manifestou sobre o assunto.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Opinião Ver mais