Polémica. Adjunta de ministra da Justiça colocada no DCIAP

Procuradora que esteve no gabinete de Francisca Van Dunen foi escolhida para o órgão que está a investigar vários membros do Governo.

Chama-se Carolina Menéres Pimentel Berhan da Costa e tem 36 anos. É magistrada do Ministério Público (MP) de carreira, mas esteve desde 20 de fevereiro de 2020 a trabalhar como adjunta da ministra da Justiça, Francisca Van Dunen. Agora, foi escolhida para entrar no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), um órgão do MP que tem em curso vários inquéritos confidenciais que visam membros e assessores do governo por suspeitas da prática de crimes de corrupção e outra criminalidade economico-financeira.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais