Pedro Nuno Santos defende nomeação: "Não merece ser menorizada por ser minha mulher"

Ministro defende nomeação da mulher
Leonor Riso 18 de março de 2019

Pedro Nuno Santos contou história de como conheceu Catarina Gamboa, sua mulher e chefe de gabinete do secretário de Estado Duarte Cordeiro, no Facebook.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e Habitação, justificou no Facebook a nomeação da sua mulher, Catarina Gamboa, para chefe de gabinete de Duarte Cordeiro, secretário de Estado adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Para isso, contou a história de como se conheceram, considerando que "o povo tem o direito de questionar e de querer garantir que os cargos de poder político não são usados para que alguns se sirvam a si e às suas famílias".

"Sinto o dever de relatar de forma breve a minha história e a da Catarina. Faço-o, não apenas por sentir esse dever para com o povo português, mas também por respeito ao Duarte e, sobretudo, à Catarina, que não merece ser menorizada no seu percurso profissional - que nada deve a mim - apenas por ser minha mulher. A Catarina, que é a minha mulher e a mãe do meu filho Sebastião [que nasceu em 2016] é, também a Catarina Gamboa: excelente profissional, pessoa de enorme competência e confiança - e hoje chefe do gabinete de Duarte Cordeiro."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais