A pasta armadilhada de Pedro Nuno Santos

A pasta armadilhada de Pedro Nuno Santos
Margarida Davim 24 de fevereiro de 2019

Conseguiu a desejada promoção a ministro, depois de até ponderar o regresso à vida “civil”. Mas será este um presente envenenado para quem aspira a ser líder?

Pode ser um daqueles casos em que se aplica a frase "cuidado com aquilo que desejas". Pedro Nuno Santos queria há muito ser ministro, mas as pastas e as circunstâncias em que atingiu esse estatuto podem ser uma prova de fogo difícil de superar para aquele que é cada vez mais visto como um forte candidato a futuro líder do PS.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais