Leonor Riso
Leonor Riso

Tudo começou numa casa forrada de livros mas só percebi que queria escrever histórias quando me ofereceram um bloco pautado Castelo, numas férias de verão em miúda. Com empurrões generosos de professoras de Português quis saber onde se escrevia para ganhar a vida e um dia, fiz uma visita de estudo a uma redação. Anos depois, a SÁBADO foi a casa onde se tornou óbvio que a realidade bate a ficção, que não somos nada sem uma boa equipa e, como dizia o Ben Bradlee, a verdade nunca é tão perigosa quanto uma mentira a longo prazo. 

5
A febre Squid Game já chegou às unhas
15 de outubroLeonor Riso

A febre Squid Game já chegou às unhas

A série tornou-se o melhor lançamento de sempre da Netflix. Na Malásia, um salão de manicure criou um conjunto de desenhos inspirados nos nove episódios.

A paixão por arte dos banqueiros caídos em desgraça
14 de outubroLeonor Riso

A paixão por arte dos banqueiros caídos em desgraça

João Rendeiro e Ricardo Salgado têm as suas coleções de arte arrestadas. A do ex-presidente do BES estava escondida num armazém. Perito considera que o banqueiro do BPP "ganha" ao do BES.

Ver mais
A Newsletter SÁBADO É TODOS OS DIAS no seu e-mail
NEWSLETTER EXCLUSIVA PARA ASSINANTES O resumo das notícias pela redação da SÁBADO, sempre ao início da manhã. (Enviada de segunda a sexta)