Ministra da Agricultura adjudicou €515 mil a filho de deputado do PS

Ministra da Agricultura adjudicou €515 mil a filho de deputado do PS
Marco Alves 16 de outubro de 2019

Maria do Céu Albuquerque fez seis ajustes diretos a empresa de filmes do filho de Pedro Bacelar Vasconcelos, seu colega no PS e que convidou para discursar na câmara de Abrantes.

Quando em novembro de 2014 o novo Secretariado Nacional do PS foi eleito no congresso do partido, duas das novidades (e eram muitas porque os apoiantes de António José Seguro, antigo líder, foram "varridos") eram Pedro Bacelar de Vasconcelos e Maria do Céu Albuquerque. Este foi o congresso da subida a líder de António Costa. Bacelar e Albuquerque seriam colegas neste órgão até 2016, quando o constitucionalista saiu.

Em 2015 Bacelar de Vasconcelos foi convidado de honra do município de Abrantes, presidido por Albuquerque, para discursar no 25 de abril, sob o tema "40 Anos de Constituição da República Portuguesa".

Nesta altura, finais de 2014, Maria do Céu Albuquerque – que foi esta semana indigitada Ministra da Agricultura e que foi presidente da câmara de 2009 a 2019 - já tinha feito dois contratos com a empresa do filho do deputado do PS, a OSTV, Lda. Haveria mais quatro assinados, em 2015, 2016, 2017 e 2018.

Os valores (que aqui colocamos já com IVA) são muito semelhantes ao longo do tempo: €83.738,10 (2013), €92.237,70 (2014), €84.858,68 (2015), €84.858,68 (2015), €84.858,68 (2015) e €84.858,68 (2015). Total: €515.410,82.

O objeto do contrato era "Aquisição de serviços para "Organização do Evento 180 Creative Camp Abrantes" ou equivalente".


Todos os contratos foram por ajuste direto e apenas um deles, o de 2016, está publicado no Portal Base. Em quatro, o que aparece é uma Folha de Requisição da câmara. O de 2013 não tem nenhum documento anexado.

Pelo único contrato disponível online, o de 2016, verifica-se que foi assinado a 29 de junho de 2016. Mas a empresa OSTV já tinha um mês antes anúncios de inscrições, prometendo inclusive prémios monetários para um evento para o qual ainda não tinha sido contratada.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais