Benfica contesta a suspensão de processo contra Rui Pinto

Benfica contesta a suspensão de processo contra Rui Pinto
Nuno Tiago Pinto 10 de fevereiro

O clube diz que o MP não podia suspender o inquérito em que o hacker estava indiciado por acesso ilegítimo sem o seu consentimento. Se a Relação concordar, o pirata informático poderá enfrentar uma nova acusação.

A presidente do Tribunal da Relação de Lisboa mandou o juiz Carlos Alexandre admitir o recurso do Benfica sobre a suspensão provisória dos processos em que Rui Pinto foi indiciado por acesso ilegítimo a várias entidades. A decisão de Guilhermina Freitas foi tomada em resposta a uma reclamação do clube, apresentada depois de o magistrado não ter sequer admitido o recurso com o argumento de que a suspensão provisória não é recorrível.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais