"Não concordo com o papel que nós mulheres temos na Igreja. Somos cristãs de segunda"

'Não concordo com o papel que nós mulheres temos na Igreja. Somos cristãs de segunda'
Vanda Marques 22 de dezembro de 2022
As mais lidas

Freira e coautora de A Verdadeira História de Maria Madalena

Como vê o papel das mulheres na Igreja?
Costumo dizer que não concordo com o papel que nós mulheres temos na igreja. Nada. Somos cristãs de segunda. Sou batizada como qualquer homem é batizado e no batismo eu fui feita rainha, sacerdote e profeta, como qualquer homem. Tenho esperança de que qualquer dia as mulheres possam ser ordenadas para qualquer ministério dentro da Igreja: de presbítera, de madre, de diaconisa – que existiram. Mas vai demorar.

Pedro Catarina


As mulheres tinham um papel mais ativo no início?
Jesus tratou as mulheres como seres humanos que são. Para mim, aquela que percebeu melhor Jesus foi Maria Madalena. Jesus chamou os homens, não há registo de que tenha chamado as mulheres – a iniciativa foi delas e ele nunca as recusou. A importância dada às mulheres percebe-se quando Jesus lhes diz: "Vão dizer a meus irmãos que se dirijam para a Galileia; lá eles me verão." A Igreja começa assim, pelas apóstolas. E o que foi Maria Madalena? A função do bispo não é congregar a comunidade? Maria Madalena foi mandatada por Jesus para espalhar a mensagem e juntar os irmãos.


Então o que aconteceu para as mulheres perderem esse protagonismo?
Quando o cristianismo foi adotado como religião do império romano, as mulheres foram afastadas. Mas a Igreja vive do trabalho das mulheres. Tenho mais de 70 anos e quando comecei a falar disto os homens nem sequer me criticavam, porque o melhor era nem me dar importância. A crítica vinha muitas vezes das mulheres, mas isso mudou. Agora já me dizem: tinhas razão.

Artigos Relacionados