Um quarto em Lisboa custa três mil euros/mês?

Cátia Andrea Costa 20 de setembro de 2017

Arquitecto criou página no Facebook para denunciar a "catástrofe" que se vive em Lisboa no que diz respeito ao preço das casas, revelando "situações absurdas" no arrendamento de quartos ou na venda de apartamentos.

A página de Facebook Negócios de Sonho foi imaginada quando um colega de trabalho de Ricardo Garcia Pereira começou a procurar casa para comprar. As "situações absurdas" encontradas levaram o arquitecto a avançar com o projecto cujo "objectivo é denunciar, através da ironia e do humor, os preços estratosféricos que se praticam em Lisboa". "A ideia é reduzir a situação ao ridículo", explicou à SÁBADO, revelando que muita gente não acreditava nos valores que ele dizia encontrar -e que vão desde quartos para alugar por 3 mil euros ou T0 de 32m² por 334.800 euros.  





Recentemente, Garcia Pereira cruzou-se com uma mãe da Madeira que "procurava desesperadamente" por um quarto para alugar para a filha. A jovem entrara numa universidade em Lisboa, "obudget disponível era de 300 euros e não havia oferta em sítio nenhum". Uma situação que não surpreende o arquitecto: "Se repararmos bem, grande parte dos anúncios são dirigidos a estudantes estrangeiros e por isso é que estão traduzidos para inglês. O que para eles é um pouco alto é insuportável para os portugueses".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais