Há cinema português entre finalistas a caminho das nomeações para os Óscares 2023

Lusa 21 de dezembro de 2022
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 26 de janeiro a 1 de fevereiro
As mais lidas

As nomeações para a 95.ª edição dos Óscares serão anunciadas a 24 de janeiro e a cerimónia está marcada para 12 de março.

Os filmes portugueses "Ice Merchants", de João Gonzalez, "O homem do lixo", de Laura Gonçalves, e "O lobo solitário", de Filipe Melo, estão entre finalistas a uma nomeação para os Óscares, revelou hoje a Academia de Cinema dos Estados Unidos.

A organização dos prémios de cinema revelou hoje as listas de finalistas de várias categorias dos Óscares, num processo de seleção antes das nomeações, e na categoria de Curta-Metragem de Animação estão "Ice Merchants", de João Gonzalez, e "O homem do lixo", de Laura Gonçalves, que têm somado vários prémios em festivais ao longo dos últimos meses.

"Ice Merchants" é o terceiro filme de João Gonzalez e tem como ponto de partida a imagem de uma casa numa montanha, debruçada num precipício. A partir daí, o realizador desenvolveu a história de um pai e um filho, que produzem gelo na casa inóspita onde vivem, e de onde saltam todos os dias de paraquedas para o vender na aldeia, no sopé da montanha.

Em "O homem do lixo", Laura Gonçalves assina um filme sobre recordações e memórias, a partir da história de vida "do tio Botão", que trabalhou emigrado em França como homem do lixo, como se lê na sinopse.

Nos candidatos às nomeações na categoria de melhor Curta-Metragem está o filme "O lobo solitário", do realizador, argumentista e músico Filipe Melo.

"O lobo solitário" é protagonizado por Adriano Luz no papel de um radialista - Vítor Lobo - que conduz um programa de rádio ao longo da noite. É durante o programa de rádio, em direto, que Vitor Lobo recebe um telefonema de um velho amigo que, aparentemente, quer pôr a conversa em dia, mas cuja conversa revela uma história antiga.

Rodado num só plano, o filme foi escrito e realizado por Filipe Melo, com direção de arte de Juan Cavia e música original coassinada com The Legendary Tigerman.

No processo de seleção rumo aos Óscares, fica pelo caminho o filme "Alma Viva", da realizadora luso-francesa Cristèle Alves Meira, que tinha sido proposto por Portugal para uma nomeação na categoria de Melhor Filme Internacional.

De fora fica também o filme proposto pela Albânia, "A Cup of Coffee and New Shoes On", protagonizado pelos irmãos Rafael e Edgar Morais e coproduzido por Portugal, pela produtora Maria & Mayer.

Nesta categoria estão, entre outros, "Saint Omer" (França), de Alice Diop, premiado em Veneza, "Decisão de Partir" (Coreia do Sul), de Park Chan-wook, distinguido em Cannes, "Bardo, falsa crónica de umas quantas verdades" (México), de Alejandro G. Iñárritu, e "Argentina 1985", de Santiago Mitre (Argentina).

Entre os filmes finalistas anunciados hoje pela academia estão, por exemplo, "Avatar: O caminho da água", de James Cameron, "Top Gun: Maverick", de Joseph Kosinski, "Black Panther: Wakanda para sempre", de Ryan Coogler, todos em categorias técnicas.

As nomeações para a 95.ª edição dos Óscares serão anunciadas a 24 de janeiro e a cerimónia está marcada para 12 de março.
Artigos Relacionados