Santos Silva propõe que os turistas britânicos venham ao Algarve sem passar por Lisboa

SÁBADO , Lusa 04 de julho de 2020
As mais lidas

Portugal ficou fora da lista de corredores aéreos do Reino Unido, e um turista britânico que vá ao Algarve terá que cumprir quarentena quando voltar. 


Santos Silva está a trabalhar com os britânicos para fazer com que os turistas vindos do Reino Unido visitem Portugal, sem passar pela região de Lisboa. Portugal ficou fora da lista de corredores aéreos do Reino Unido, e um turista britânico que vá ao Algarve terá que cumprir quarentena quando voltar. 

Lusa
"Se a preocupação é [o surto de] Lisboa, vamos trabalhar com os britânicos para mostrar que o Algarve não representa qualquer descontrolo", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros em entrevista ao Jornal da Tarde da RTP1. Santos Silva ainda indicou que manterá um intenso trabalho diplomático junto de Boris Johnson. 

Embaixada britânica justificou a decisão
A embaixada britânica em Lisboa disse hoje que o seu Governo "analisou com muito cuidado" a situação, antes de tomar a decisão de excluir Portugal dos "corredores de viagem internacional" que vai abrir para 59 países.

"O Governo britânico compreende que essas decisões são importantes para Portugal, para o setor das viagens e do turismo em Portugal", disse hoje a embaixada britânica em Londres, num comunicado em que procura explicar a decisão de exclusão de Portugal da lista de 59 países e territórios de destinos turísticos que o Reino Unido vai abrir para permitir aos britânicos passarem férias sem cumprir quarentena no regresso, devido à pandemia de covid-19.

"Devido à incidência relativamente elevada de casos de covid-19, principalmente na região da grande Lisboa, o governo britânico decidiu continuar a desaconselhar todas as viagens que não sejam essenciais para Portugal continental", justificou a embaixada.

Contudo, "em reconhecimento das taxas de infeção muito mais baixas nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores, bem como o facto dessas ilhas serem acessíveis através de voos diretos do Reino Unido e terem controlos efetivos de entrada relacionados com a covid-19", o Governo britânico deixou de desaconselhar viagens para estas regiões, já a partir de sábado, explica a embaixada.

Ainda assim, a representação do Reino Unido em Lisboa lembra ainda que "no que diz respeito à quarentena obrigatória de catorze dias para as pessoas que chegam ao Reino Unido, essa medida permanecerá por enquanto em vigor para todas as pessoas que chegarem ao Reino Unido vindas de Portugal (no seu todo)".

O sistema vai entrar em vigor na próxima sexta-feira 10 de julho e permite evitar que quem chegue destes países tenha de ficar 14 dias em isolamento, como acontece atualmente com todas as pessoas que chegam a Inglaterra do estrangeiro, ou arriscam uma multa de mil libras (1.100 euros).
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais