Autárquicas2021

Os outros vencedores (e derrotados) das Autárquicas

Os outros vencedores (e derrotados) das Autárquicas
Diogo Camilo 28 de setembro

Lisboa foi um de dois concelhos a serem decididos por menos de 1%, mas Lajes de Flores, nos Açores, viu o seu presidente ser eleito por uma diferença de apenas 18 votos. Em Bragança, Madeira e Açores, todos os concelhos foram ganhos com maioria absoluta. Em Figueira de Castelo Rodrigo, o Livre teve o pior resultado destas eleições: 9 votos.

O PS venceu mais câmaras, o PSD conquistou mais capitais de distrito e a capital, Lisboa. Mas não foram só estas as vitórias da noite. No Sardoal, o PS virou a câmara que era do PSD por uma diferença de 0,3 pontos percentuais - a mais pequena destas autárquicas. O PSD em Terras de Bouro mais do que dobrou os votos de há quatro anos: venceu com 35% em 2017 e agora conquistou 76%. Já o PS dominou nos distritos de Faro, Castelo Branco e Beja. Na Madeira, Açores e Bragança, todos os municípios foram ganhos com maioria absoluta. Setúbal foi o único distrito do país onde a maioria dos vencedores nos concelhos não ganhou a maioria dos mandatos.

Mulheres ficam abaixo do resultado de 2017

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais