O cartão da JS abre portas na junta de freguesia do Lumiar

O cartão da JS abre portas na junta de freguesia do Lumiar
Diogo Barreto 02 de março

A Junta de Freguesia do Lumiar contratou vários jovens saídos das fileiras da Juventude Socialista para prestarem serviços de assessoria nos mais variados campos.

As juventudes partidárias servem como forma de chamar pessoas mais jovens para a vida política ativa. Têm estruturas a nível nacional e local, como os partidos, e delas vieram importantes nomes da política nacional, como Pedro Passos Coelho, Francisco Rodrigues dos Santos ou Pedro Nuno Santos. Mas são também formas de ter um acesso privilegiado à administração pública, como já demonstrou a SÁBADO em mais do que uma ocasião.

O vice-presidente do grupo parlamentar do PS Pedro Delgado Alves é também presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, em Lisboa, desde 2013. Desde então, acumulam-se vários contratos por ajuste direto e renovações entre a autarquia do Lumiar e pelo menos cinco jovens que faziam parte da Juventude Socialista (JS), organização que chegou a ser presidida por Pedro Delgado Alves entre 2010 e 2012. A teia de contratos por ajuste direto e recrutamento para os quadros é densa e cruza-se em vários pontos com os quadros da JS, que nos últimos anos serviu como trampolim para dezenas de cargos na administração pública.

O Lumiar é uma das freguesias mais populosas de Lisboa e também uma das mais ativas. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais