Ministério Público arquivou caso dos "swaps"

Ministério Público arquivou caso dos 'swaps'
Carlos Rodrigues Lima 22 de maio de 2019

Não houve crime, concluiu a investigação, mas sim más práticas e pouca prudência de alguns gestores públicos que contrataram os produtos financeiros.


Talvez não se recorde mas, em 2013, em plena crise financeira os alarmes soaram ainda mais quando se descobriu que algumas empresas públicas - como a Carris, o Metro de Lisboa, a Refer e o Metro do Porto - tinham, anos antes, contratado com os bancos aquilo que se chama de "swaps", isto é, seguros de crédito, para prevenir um aumento das taxas de juro.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais