Carlos Rodrigues Lima
Carlos Rodrigues Lima Subdiretor


Isto começou no final dos anos 90, com as primeiras reportagens de jogos do campeonato distrital da Associação de Futebol de Viana do Castelo, para os jornais "Alto Minho" e "Correio do Minho" e rádio "Ondas do Lima". Universidade Fernando Pessoa, Escola Superior de Educação de Coimbra e Universidade do Minho foram as três escalas feitas até entrar no mercado de trabalho, onde trabalhei no Portugal Diário, Diário de Notícias e Expresso. O desafio agora chama-se SÁBADO, que continua a sair à quinta e todos os dias na Internet.

Como Angola escondeu a fraude no BES
18 de fevereiroCarlos Rodrigues Lima

Como Angola escondeu a fraude no BES

O procurador do caso BES considerou que os acionistas do banco angolano fizeram uma espécie de chantagem: ou havia uma garantia soberana ou revelavam publicamente a fraude, que arrastaria todo o sistema bancário.

Governo foi obrigado a responsabilizar-se por enfermeiros alemães
05 de fevereiroCarlos Rodrigues Lima

Governo foi obrigado a responsabilizar-se por enfermeiros alemães

Para trabalharem em Portugal, os enfermeiros tinham que assinar uma declaração de responsabilidade, de forma a obter a necessária autorização da Ordem. No caso dos médicos, o reconhecimento das competências é automático.

Fugir com o rabo à seringa

Há o padre, o autarca, a diretora da Segurança Social, enfim, todo um conjunto de chico-espertos, em que se inclui Francisco Ramos, o coordenador do plano de vacinação. Enquanto esta gente anda a brincar às pandemias, nos hospitais a guerra pela vida continua

Estou sim? Daqui fala o primeiro-ministro e estou a ser escutado
31 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Estou sim? Daqui fala o primeiro-ministro e estou a ser escutado

Sócrates foi o primeiro, mas suas conversas acabaram destruídas, sem deixarem de causar um sério mal estar na Polícia Judiciária, como mostram alguns documentos. Seguiu-se Passos Coelho, cujas escutas a SÁBADO revela. Até que chegou a vez de António Costa.

Bem-aventurados os que...

Habituada a catequizar o resto do País, a bolha político-mediática de Lisboa sente-se agora ameaçada pelos trauliteiros militantes do Chega. Querem travar André Ventura? Fácil: antecipem as Legislativas de 2023 antes que seja tarde de mais.

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar
25 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Segredos do gestor de Isabel dos Santos ficaram por desvendar

Nuno Ribeiro e Cunha suicidou-se há um ano. O Ministério Público acreditava que os seus telemóveis continham informação relevante, até para investigar um eventual crime de incitamento ao suicídio, mas a Polícia Judiciária não conseguiu aceder ao seu conteúdo.

O Estado da exceção

Num País recheado de juristas, sejam eles com estudos ou de pacotilha, ninguém quer saber do primado da Lei. O que importa são as exceções. O Governo insiste, os letrados em Direito agradecem, a Covid-19 também. António Costa agrada a todos.

3
Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi
21 de janeiroCarlos Rodrigues Lima

Os 24 sacos de notas de 500 euros levantados pelo clã Ricciardi

Um mês antes da queda do BES, os elementos do clã desdobraram-se em movimentações para salvaguardar algum património financeiro. José Maria até terá contado com a ajuda do antigo presidente do Deutsche Bank, que chegou a ser suspeito de violação do segredo de justiça.

Ver mais
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)