Governo dos Açores leva problemas no abastecimento às Flores e Corvo ao Parlamento

Ilhas das Flores e do Corvo têm estado privadas de alguns bens essenciais desde que furacão Lorenzo destruiu o porto comercial das Lajes das Flores.

O Governo dos Açores vai hoje apresentar uma comunicação à Assembleia Regional a propósito do transporte de mercadorias para as ilhas do grupo ocidental (Flores e Corvo) do arquipélago, que tem estado condicionado deste o furacão Lorenzo.

O anúncio da comunicação foi feito na segunda-feira, na sede do parlamento açoriano, durante a conferência de líderes parlamentares que determinou a agenda final do plenário de janeiro, o primeiro deste ano civil, que irá a partir de hoje na cidade da Horta, na ilha do Faial.

<blockquote class="embedly-card"><h4><a href="https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/se-ninguem-quiser-saber-de-nos-morremos-aqui-no-meio-do-mar">"Se ninguém quiser saber de nós, morremos aqui no meio do mar"</a></h4><p>Dora Santos está há um mês à espera de pão ultracongelado para servir na sua cafetaria em Santa Cruz das Flores, a Cafetaria Falésia. Desde essa altura que não recebe qualquer encomenda deste produto que todos os dias serve aos seus clientes, mas tinha um stock que lhe permitia aguentar sem ter de o negar.</p></blockquote>
<script async src="//cdn.embedly.com/widgets/platform.js" charset="UTF-8"></script>

O furacão Lorenzo destruiu em outubro passado o porto comercial das Lajes das Flores, impedindo os navios porta-contentores que operam na região de fazerem escala no grupo ocidental, obrigando o executivo açoriano a recorrer a operadores de tráfego local, com recurso a embarcações mais pequenas.

As más condições climatéricas das últimas semanas impediram, no entanto, esses operadores marítimos de abastecer as ilhas das Flores e do Corvo, que tem estado privadas de alguns bens essenciais, situação que deverá ficar resolvida esta semana, com o início das escalas do navio "Malena", fretado pelo executivo para operar nas Flores e no Corvo.

A agenda parlamentar desta semana inclui ainda um projeto de decreto regional, apresentado pelo PSD, para a criação de comissão de dissuassão de toxicodependências em todas as ilhas, e ainda quatro projetos de resolução, sobre a rede de creches (BE), sobre acordo laboral da Base das Lajes (PCP), sobre os reservatórios agrícolas do Corvo (PPM) e sobre os programas "estagiar" (PSD).

Os 57 deputados regionais vão também apreciar, esta semana, duas petições, apresentadas por grupos de cidadãos, relacionadas com o acesso ao porto comercial das Velas, em São Jorge, e com a gestão do grupo SATA.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais