Esta polícia (PJ) é só para velhos

Esta Polícia Judiciária é só para velhos
Diogo Barreto 18 de março de 2019

A grande maioria dos operacionais da Polícia Judiciária têm entre os 40 e os 60 anos mostram os Balanços Sociais referentes aos anos de 2012 a 2017. Em 2017 não havia um único profissional com menos de 30 anos na PJ.

A Polícia Judiciária tinha, em 2017, mais operacionais com idades superiores aos 65 anos (18) do que aqueles com menos de 30 (0). O envelhecimento desta polícia tem sido uma tendência que se tem vindo a agravar nos últimos cinco anos. A idade média dos agentes da PJ aproxima-se dos 49 em 2017, quando em 2012 se saldava nos 45,5. Equipas têm cada vez menos jovens entre elas.

Os dados presentes nos Balanços Sociais da Polícia Judiciária não deixam margem para dúvida: a Polícia Judiciária é uma organização para agentes cada vez mais velhos e não tem espaço para os mais jovens.

O Balanço Social da Polícia Judiciária é um documento que disponibiliza informação sobre os recursos humanos desta força policial. A SÁBADO teve acesso a todos os que foram publicados entre 2013 (referente ao ano anterior) e 2018 e onde se nota uma clara redução dos efetivos mais novos ao longo dos anos, ao mesmo tempo que há cada vez menos operacionais nesta força.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais