Deputados quase dobram salários com subsídios

A.R.M. 23 de abril de 2018

Além do salário base de 3624,41 euros, os deputado do Parlamento recebem cerca de 2200 euros por mês para voltarem para casa ao fim de semana e para estarem presentes na AR.

Os deputados da Assembleia da República ganham quase tanto em subsídios quanto auferem em salário base. As contas foram feitas pelo Jornal de Notícias desta segunda-feira, os deputado da AR recebem 2200 euros por mês além do salário base de 3624,41 euros (3443 euros com o corte de 5% previsto desde 2010).

A conta é simples: um deputado eleito pelo círculo eleitoral do Porto recebe mais de 800 euros mensais para ir a casa todas as semanas passar o fim de semana. Para ir para Faro recebe 700 euros mensais e para Bragança 1250 euros.

Além disso, os deputados recebem mais 376,32 euros para realizarem iniciativas de contacto com o seu eleitorado, que ocorrerá às segundas-feiras - e os deputados recebem o subsídio independentemente de apresentar (ou não) comprovativo de participação em iniciativas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login