Certificado para entrar em restaurantes ao fim de semana e fim do cerco à AML: as novas medidas para controlar a pandemia

Certificado para entrar em restaurantes ao fim de semana e fim do cerco à AML: as novas medidas para controlar a pandemia
Ana Bela Ferreira 08 de julho de 2021
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 18 a 24 de agosto
As mais lidas

Num dia em que os números de novos casos e de mortes por covid-19 voltaram a registos de fevereiro e abril, respetivamente, o Governo anuncia novas medidas.

O Governo anuncia que concelhos vão ter mais restrições devido ao agravamento da pandemia em Portugal. A expectativa é que Portugal atinja o pico desta quarta vaga no final do mês de julho, com cerca de 4.000 casos diários.

Lusa
"Continua a agravar-se a pandemia em Portugal", admitiu a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa, no final da reunião do Conselho de Ministros. A governante anunciou um R(t) nacional de 1,20 e uma incidência nacional de 245,8 novos casos por 100 mil habitantes. "Há 27 concelhos em risco elevado e 33 com risco muito elevado". Estes últimos subiram numa semana de 19 para 33.

Para tentar controlar o aumento de casos, o Governo decretou a necessidade de apresentação do certificado digital em restaurantes nos concelhos de risco elevado e muito elevado. Essa apresentação vai ser obrigatória de sexta-feira a domingo, para quem quiser comer no interior do espaço. Já para o turismo e alojamento local, o certificado digital será sempre obrigatório e em todo o país.

"Temos hoje condições para alargar este instrumento de combate à pandemia", sublinhou Mariana Vieira da Silva. A governante apontou para a facilidade em pedir um certificado, a partir do momento em que foram facilitados os acessos a teste PCR e que a população vacinada aumenta.

Esta medida vai permitir que os restaurantes funcionem ao fim de semana sem restrições de horários, nos concelhos de risco elevado e muito elevado, onde estavam obrigados a encerrar às 15h, nos fins de semana, passando a ficar abertos até às 22h30.

Deixa de existir assim a restrição de circulação da Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana. Medida que tinha sido tomada "para conter a variante Delta nesta região".

Mantém-se ainda o recolher e o teletrabalho obrigatórios. As restrições à lotação de festas como casamentos e batizados e eventos culturais e desportivos também mantém a lotação reduzida, a definir pela DGS.

Segundo Maria Vieira da Silva a matriz de risco vai manter-se até "termos um volume de população vacinada mais significativo, o que deverá acontecer no mês de agosto".

O boletim epidemiológico desta quinta-feira indica que se registaram mais nove mortos e 3.269 novos casos. Desde 8 de abril que não havia tantas mortes e é o maior número de novos casos desde 11 de fevereiro.

Estão agora na lista de concelhos de risco elevado: Albergaria-a-Velha, Alenquer, Aveiro, Azambuja, Bombarral, Braga, Cartaxo, Constância, Ílhavo, Lagoa, Matosinhos, Óbidos, Palmela, Paredes de Coura, Portimão, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Setúbal, Sines, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Viana do Alentejo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia e Viseu. E estão na lista dos concelhos de risco muito elevado: Albufeira, Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Avis, Barreiro, Cascais, Faro, Lagos, Lisboa, Loulé, Loures, Lourinhã, Mafra, Mira, Moita, Montijo, Mourão, Nazaré, Odivelas, Oeiras, Olhão, Porto, Santo Tirso, São Brás de Alportel, Seixal, Sesimbra, Silves, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vagos e Vila Franca de Xira.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais