Carla Castro: “Tenho exercido um belíssimo mandato como deputada”

A candidata à liderança da IL não quer um “partido do Twitter”, a rede em que por sinal o adversário, Rui Rocha, se destacou. Aponta falhas à comunicação das ideias do partido, quer torná-lo a terceira força política do país e pelo caminho legalizar a canábis.

Chegou à corrida à liderança depois de João Cotrim Figueiredo anunciar o apoio a Rui Rocha. Mas já tinha corrido os núcleos do partido e era bem conhecida das bases. Evita lançar propostas além das que estão no programa da IL, mas vai bater-se pela legalização da canábis.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais