Ricciardi quer criar "banco novo" para regenerar nome dos Espírito Santo

Ricciardi quer criar 'banco novo' para regenerar nome dos Espírito Santo
SÁBADO 25 de outubro de 2021
As mais lidas

O ex-administrador do BES diz que tem acompanhado os julgamentos do primo de Ricardo Salgado e anuncia a intenção de criar um banco “diferente dos bancos clássicos”, “mais virado para o mundo digital”.

José Maria Ricciardi, ex-administrador do Banco Espírito Santo, anunciou a intenção de criar um banco, "virado para o mundo digital", para a "regeneração" do nome da família que esteve ligada à queda do BES. Sobre o Novo Banco, defende que este deveria ter ficado na esfera do Estado até ser saneado.

José Maria Ricciardi
José Maria Ricciardi Paulo Calado

Em entrevista ao Público, Ricciardi admite que tem acompanhado os julgamentos do primo Ricardo Salgado e do BES, mas recusou comentar o tema, adiantando que tem o desejo de criar um banco no futuro, tendo sido "desafiado a regenerar o grupo por um elemento da família".

"A família Espírito Santo era conhecida em todo o lado, o melhor nome da banca portuguesa foi destruído. Se conseguir começar a fazer a sua regeneração, para que as gerações seguintes o desenvolvam, partirei desta vida com a consciência tranquila de que fiz tudo o que podia", afirma Ricciardi ao jornal, acrescentando que este banco será "diferente dos ‘bancos clássicos’", "mais virado para o mundo digital", mas que não sabe se algum nome de família.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais