Tiago Guedes: “Com os filmes, tento perceber a violência”

Rita Bertrand 03 de setembro

Queria fazer filmes de terror, mas tornou-se mestre em dramas como A Herdade, visto por 4 milhões, ou Restos do Vento, que disputou a Palma de Ouro em Cannes e chega às salas no dia 22.

Desde 2006, quando estreou Juventude em Marcha, de Pedro Costa, que nenhum filme português era selecionado para a competição oficial do Festival de Cannes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais