Aristocrata exige 351 milhões de euros a França por "artimanhas" no trono do Mónaco

C.A.C. 13 de agosto de 2018

Louis de Causans acusa o Estado francês de ter colocado outra linha da família Grimaldi à frente dos destinos do principado e diz que Albert está no trono "por um truque".

O aristocrata francês Louis de Causans exige uma indemnização de 351 milhões de euros ao estado francês, defendendo que a sua família foi afastada do trono do Mónaco através de uma "artimanha" há mais de um século. Para de Causans, ao falsificar as regras de sucessão, França conquistou o controlo do principado, roubou a sua família dos direitos adquiridos à nascença e colocou no poder outro ramo dos Grimaldi, que iliba de qualquer responsabilidade. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais