Príncipe André de novo envolvido num escândalo sexual

C.A.C. 16 de fevereiro de 2020

Magnata da moda Peter Nygard foi acusado de violar 10 mulheres, algumas menores de idade. O filho de Isabel II esteve hospedado em sua casa, numa altura em que o milionário já tinha chegado a acordo extrajudicial com três empregados que o acusaram de assédio sexual.

A escassos dias de completar 60 anos, o príncipe André vê-se envolvido num novo escândalo sexual, com contornos semelhantes ao caso Jeffrey Epstein. A sua amizade com o milionário que foi condenado por abuso sexual e acabou por ser encontrado morto na sua cela, em 10 de agosto, levou mesmo André a abandonar cargos públicos e deveres reais.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui