Supremo liberta Paulo Guichard até condenação transitar em julgado

CM 14 de outubro
As mais lidas

Ex-administrador do BPP foi preso dia 7 de outubro.

Paulo Guichard, ex-braço direito de Rendeiro no Banco Privado Português (BPP) vai ser libertado após o Supremo Tribunal aceitar o pedido de 'habeas corpus' em que a defesa pedia libertação imediata do ex-administrador do BPP. 

Os juízes decidiram libertar o ex-administrador do BPP, que foi preso há precisamente uma semana no aeroporto do Porto para cumprir a pena de prisão de 4 anos e 8 meses no âmbito do processo BPP.

A defesa tinha pedido a libertação imediata de Guichard por considerar ilegal a prisão do ex-banqueiro.

A carregar o vídeo ...


Em causa está uma reclamação pendente no Tribunal Constitucional. O entendimento do juiz de primeira instância foi, no entanto, diferente. Foram emitidos mandados de detenção que levaram à prisão de Paulo Guichard quando este regressou a Portugal vindo do Brasil.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais