Sindicatos e Governo sem acordo. Em que ponto fica a educação em Portugal?

Sindicatos e Governo sem acordo. Em que ponto fica a educação em Portugal?
Márcia Sobral 24 de janeiro

Os próximos dias serão marcados por mais greves e escolas de portas fechadas, mas também pela possibilidade do Governo decretar serviços mínimos e avançar com reuniões técnicas.

O Governo e os sindicatos ligados ao setor da Educação reuniram-se na semana passada para decidir o futuro da carreira docente mas saíram dos encontros de costas voltadas. Sem acordos à vista as greves continuam, centenas de alunos permanecem sem aulas e milhares de professores mantêm-se sem respostas sobre o futuro. O que se segue é um resumo dos temas que marcarão os próximos dias.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais