PCP processa Mário Centeno por recusa da devolução do IVA

Diogo Camilo com Leonor Riso 29 de março de 2018

O Fisco justifica a não devolução do IVA por considerar existirem "despesas que não difundem mensagens políticas ou identidades próprias".

O Partido Comunista Português (PCP) avançou com três acções judiciais contra o ministro das Finanças, Mário Centeno, no Tribunal Tributário de Lisboa, por a Autoridade Tributária (AT) ter recusado devolver o IVA de algumas actividades partidárias.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais