José Luís Arnaut reage à investigação sobre ligações a empresário sérvio

José Luís Arnaut reage à investigação sobre ligações a empresário sérvio
SÁBADO 31 de março de 2021
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 24 a 30 de novembro
As mais lidas

Advogado e antigo ministro do PSD enviou um esclarecimento à SÁBADO, negando “qualquer envolvimento pessoal ou profissional no processo de concessão” do aeroporto Nikola Tesla, em Belgrado.

O advogado e antigo ministro do PSD José Luís Arnaut reagiu à investigação conduzida pela KRIK (Crime and Corruption Reporting Network), uma organização sérvia sem fins lucrativos dedicada ao jornalismo de investigação, e publicada esta quarta-feira pela SÁBADO. Na nota de esclarecimento enviada, José Luís Arnaut nega "qualquer envolvimento pessoal ou profissional no processo de concessão" do aeroporto Nikola Tesla, em Belgrado. 

José Luís Arnaut
José Luís Arnaut Pedro Ferreira

"Essa peça, à qual a SÁBADO é alheia do ponto de vista do trabalho jornalístico desenvolvido, compreende um conjunto de insinuações, falsidades e especulações que colocam dúvida sobre a minha honorabilidade profissional e pessoal", escreveu o advogado, acrescentando ter esclarecido o consórcio, "repondo a verdade dos factos, desmentido formalmente as insinuações subjacentes às perguntas". "Mas de nada serviu, pois, os interesses eleitorais na Sérvia que estão por detrás desta publicação impuseram-se." 

A investigação publicada esta quarta-feira explica que o escritório de José Luís Arnaut aconselhou o governo da Sérvia na concessão para expandir o aeroporto de Belgrado, que foi entregue à empresa Vinci. Esta empresa francesa, também dona da ANA, que é presidida pelo ex-ministro do PSD, comprou uma parcela de terreno ao empresário Stanko Subotic. Pouco tempo depois, indica a investigação, Stanko Subotic e José Luís Arnaut tornaram-se sócios. 

José Luís Arnaut esclarece agora que, em relação ao concurso da concessão para expandir o aeroporto de Belgrado, "pelo que é público e reconhecido, foi um processo aberto, transparente, competitivo e internacional, tendo sido ganho pelo concorrente que apresentou o melhor preço". O antigo ministro diz ainda conhecer o referido empresário "há longos anos". "Sei que setores políticos ligados ao antigo regime sérvio de Milosevic tentam ligá-lo ao presidente atual, num jogo político local ao qual sou completamente alheio."

"Apesar das insinuações, esse empresário nunca foi condenado por nenhum tribunal, estando, por outro lado, em curso procedimentos judiciais no âmbito de processo por abuso de liberdade de imprensa por parte deste grupo de jornalistas, julgamento este que está a decorrer à revelia por impossibilidade de notificação destas mesmas jornalistas", acrescentou José Luís Arnaut. 

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais