Europa de Leste

OCCRP: O consórcio que tem denunciado corruptos e que agora está a ser perseguido

Rita Bertrand 31 de março

Tudo sobre a rede de jornalistas que está a ser acusada de ligações ao crime organizado na Sérvia, como retaliação. "Fabricação absurda", alegam.

A melhor defesa é o ataque? Para as autoridades sérvias, assim parece. Desde há anos investigados e expostos pela KRIK – uma rede de repórteres sérvia (e popular site) dedicada à denúncia de crimes financeiros e corrupção no país –, resolveram empreender uma campanha para denegrir o seu trabalho, acusando os seus jornalistas de terem ligações à Máfia.

"É uma fabricação absurda", alegam.

Entretanto, a OCCRP – Organized Crime and Corruption Report Project, um projeto internacional que agrega meios de comunicação de todo o mundo, que têm como missão expor casos de fraude e corrupção, já repudiou esta "campanha difamatória", a desenrolar-se em simultâneo num canal de televisão pública e nos tabloides afetos ao governo, contra os seus associados sérvios da KIRK. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais