Columbofilia: Federação dá “bicada” no PAN

Rui Avelar 31 de março

Deputada do PAN ligou acidente à prática do "tiro ao pombo" e associação não gostou.

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) insurgiu-se, esta quarta-feira, contra declarações da líder parlamentar do PAN, alegando que Inês Sousa Real, "com profundo desconhecimento", misturou um acidente de viação – de um veículo de transporte de aves para uma prova da modalidade – com tiro aos pombos.

Um camião sofreu, domingo (28), um acidente, na A2 (Marateca), quando transportava cerca de 10 mil pombos-correio de Famalicão para o Alentejo.

Para o presidente da FPC, José Luís Jacinto, a deputada do PAN à Assembleia da República, "ao referir-se a tiro ao pombo", incorreu em "claro aproveitamento político de um acidente com um veículo afeto à columbofilia", suscetível de "acontecer a qualquer um, em quaisquer circunstâncias". A deputada falou do acidente num vídeo partilhado pelo partido em defesa do fim da atividade do "tiro ao pombo" ligando essa prática aos animais envolvidos no acidente (a referência pode ouvir-se a partir do minuto 1:37).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais