Hospital de Santa Maria é o "campeão" das reclamações

Cátia Andrea Costa 01 de julho de 2019

Entidade Reguladora da Saúde recebeu mais de 84 mil queixas em 2018 relativas. Hospital Beatriz Ângelo e Amadora/Sintra fecham o pódio.

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, recebeu 4.095 reclamações em 2018, destacando-se das outras unidades de saúde do País. Segundo o relatório da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) sobre as reclamações no setor o ano passado, o segundo lugar coube ao Hospital Beatriz Ângelo (Loures), com 3.166, e em terceiro ficou o Hospital Fernando Fonseca, Amadora/Sintra, com 2.591.

Das mais de 84 mil reclamações na saúde registadas no ano passado pelo regulador, 67% respeitam a unidades públicas e são as instituições com internamento as que recebem mais queixas.

No setor público, com internamento, Santa Maria e Amadora/Sintra estão acompanhados pelo Hospital de Faro, que recebeu 2.435 queixas. Já nos estabelecimentos sem internamento, o ACES Arco Ribeirinho, que inclui a Unidade de Saúde Familiar de Santo António, as Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados da Quinta da Lomba e do Barreiro e a Unidades de Cuidados na comunidade do Barreiro, recebeu 518 reclamações. No segundo lugar, com 462 queixas, encontra-se o ACES Lisboa Central referente às Unidades de Saúde Familiar dos Jardins da Encarnação e Vasco ga Gama, à Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados dos Olivais e à unidade de Atendimentos Complementares dos Olivais. A Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados da Penha de França, pertencente ao ACES Lisboa Central, teve 340 reclamações.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais