Estão ainda em falta meios aéreos de combate aos incêndios

Estão ainda em falta meios aéreos de combate aos incêndios
Diogo Barreto 29 de março de 2018

Depois de dois concursos falhados, o Governo não tem ainda nem metade dos meios aéreos de combates aos fogos garantidos.



O concurso lançado pelo Estado para o aluguer de helicópteros para ajudar no combate aos incêndios voltou a falhar este ano. As propostas apresentadas para os helicópteros ligeiros foram acima do que o Governo está disposto a pagarm tendo o júri do concurso optado por excluir as propostas de quatro empresas.

Segundo o relatório preliminar do concurso, citado pelo jornal Público, o júri decidiu pela "exclusão" das propostas das empresas HTA, Helicópteros, Babcock, Helibravo e Heliportugal. Esta rejeição faz com que se mantenha a falta de 28 helicópteros para que fique completo o dispositivo de combate aos fogos. Até ao momento foram aceites as propostas para 12 aviões no total de 31 milhões de euros.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais