Défice: BE e PCP querem folga orçamental investida no país

Défice: BE e PCP querem folga orçamental investida no país
Leonor Riso 18 de abril de 2018

Parceiros de coligação parlamentar do Governo querem 800 milhões de euros investida em equipamentos.

Os parceiros de coligação parlamentar do PS lamentam que o Governo não esteja a resolver os problemas do país em prol da meta do défice. Mário Centeno quer fechar o ano com um défice de 0,7% do PIB, número que no fim da legislatura se espera que diminua para 0,2%.

Tanto o Bloco de Esquerda como o PCP manifestaram desagrado pelo Governo estar a ir além do que tinha estipulado aquando da negociação do Orçamento do Estado para 2018. Em entrevista à TSF, Centeno indicou que em 2015, quando os números de saldo primário eram os mesmos, os parceiros de coligação parlamentar não manifestaram reservas e que agora o fazem. No entanto, clarifica o Diário de Notícias, Centeno não especificou se os números de 2015 a que se referia eram os do programa de Governo ou os apresentados em Abril, na sede do PS.

Agora, devido ao Programa de Estabilidade (2018-2022), PCP e BE protestam.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais