Consulta de esclerose múltipla do Sta. Maria corre "sério risco" de fechar

Lusa 12 de dezembro de 2018
As mais lidas

"Só há um médico especialista em esclerose múltipla no serviço de neurologia", denunciou o CDS no Parlamento.

O CDS denunciou hoje no parlamento que a consulta de esclerose múltipla no hospital Santa Maria, Lisboa, "corre sérios riscos de encerrar" por falta de médicos.

"Só há um médico especialista em esclerose múltipla no serviço de neurologia. Eram cinco e agora é apenas um, que tem a cuidado 900 doentes de esclerose múltipla", afirmou a deputada do CDS Teresa Caeiro na comissão parlamentar de Saúde, onde hoje está a ser ouvida a ministra Marta Temido.

Sobre a consulta de esclerose múltipla no hospital Santa Maria, que pertence ao Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, a deputada do CDS vincou que a situação se está a tornar "insustentável" e que o serviço "corre sérios riscos de encerrar".

Em resposta às questões do CDS sobre esta consulta, a secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, disse apenas que a esclerose múltipla é "uma doença complexa um tratamento complexo", sendo importante assegurar que os doentes são tratados de modo adequado e de forma atempada.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais