Presidente ucraniano pede resposta militar contra o "agressor"

Presidente ucraniano pede resposta militar contra o 'agressor'
Diogo Barreto 24 de fevereiro
As mais lidas

"O comandante supremo das Forças Armadas ordenou que sejam infligidas o maior número de baixas ao agressor", indicou o general Zalouzhni

O presidente da Ucrânia ordenou às tropas de Kiev para infligirem o maior número de baixas às forças russas que invadiram hoje o país, disse o comandante das Forças Armadas ucranianas, general Valery Zalouzhni.

Press Service of the State Emergency Service of Ukraine

"O comandante supremo das Forças Armadas [presidente Volodimir Zelenski] ordenou que sejam infligidas o maior número de baixas ao agressor", indicou o general Zalouzhni através de uma mensagem difundida através da rede digital Facebook.

O presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, anunciou hoje o início de uma operação militar no leste da Ucrânia, alegando que se destina a proteger civis de etnia russa nas autoproclamadas repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, que reconheceu como independentes na segunda-feira.

???????Entretanto, Moscovo anunciou o encerramento da navegação no Mar de Azov, entre a Rússia e a Ucrânia, onde as forças russas lançaram uma operação militar.

"A navegação nas águas do Mar de Azov foi suspensa às 04:00 (01:00 em Lisboa) até nova ordem", indicou a agência marítima russa Rosmorretchflot citada pela agência Interfax.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais