Os emails voltaram a tramar Hillary Clinton...

Os emails voltaram a tramar Hillary Clinton...
Leonor Riso 31 de outubro de 2016

... e em alguns, são tratados temas como "responder a Bon Jovi". Investigação não terminará antes das eleições. Director do FBI foi acusado de infringir a lei

"Por favor, responde ao Bon Jovi." Noutra mensagem, lê-se: "Qual é a minha password para o The New York Times?" Estes são alguns emails a tratar pelo FBI, que reabriu a investigação a Hillary Clinton a quase uma semana das eleições norte-americanas. A candidata presidencial democrata e o uso que fez do servidor pessoal de email enquanto era secretária de Estado dos EUA, durante o primeiro mandato de Barack Obama, voltam a estar sob escrutínio e agora, há mais 650 mil emails para analisar e descobrir se foi abordada matéria classificada ou confidencial.

Mas onde foram descobertas? Num computador apreendido a Anthony Weiner, antigo congressista e ex-marido de Huma Abedin, assessora de longa data da candidata presidencial. O aparelho foi-lhes confiscado no âmbito de uma investigação que quer apurar se Weiner enviou mensagens de teor sexual a uma menor.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais