Lula dirige carta a apoiantes e desafia juiz que o condenou

Diogo Camilo com Leonor Riso 17 de abril de 2018

Sentenciado a 12 anos de prisão, o ex-presidente brasileiro endereçou uma carta desafiando quem o condenou a provar a sua culpa.

Depois de ter sido sentenciado a 12 anos de prisão no decurso da Operação Lava Jato no passado dia 7 de Abril, o ex-presidente brasileiro Lula da Silva endereçou esta segunda-feira uma carta aos seus apoiantes revelando-se "indignado" e voltando a desafiar o juiz que o condenou, Sérgio Moro, a provar a sua culpa no caso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais