Bruxelas pede alívio das restrições a viagens não essenciais para a UE

Jornal de Negócios 03 de maio
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 13 a 19 de maio
As mais lidas

A Comissão Europeia recomendou hoje aos Estados-membros que, em virtude dos avanços na vacinação, facilitem a realização de viagens consideradas não essenciais para território comunitário por parte de pessoas oriundas de países terceiros em que exista uma "boa situação epidemiológica".

O órgão executivo da União Europeia considera que os avanços na imunização da população europeia permitem ao bloco europeu acolher mais viajantes que venham para o espaço comunitário por razões consideradas não essenciais, pelo que apela aos Estados-membros que flexibilizem as restrições atualmente em vigor para cidadãos vacinados e, ou, oriundos de países terceiros que detenham uma "boa situação epidemiológica".

Em comunicado, a Comissão Europeia "propõe que os Estados-membros aliviem as atuais restrições aplicadas às viagens não essenciais para a UE" de forma a que se tenha em conta "o progresso nas campanhas de vacinação e os desenvolvimentos nas situações epidemiológicas em todo o mundo". 

A instituição liderada por Ursula von der Leyen sugere que seja permitida a entrada em território comunitário a "todas as pessoas vindas de países com uma boa situação epidemiológica, mas também de todas as pessoas que tenham recebido a última dose recomendada de uma vacina autorizada pela UE". 

Esta abertura pode ser alargada a cidadãos a quem tenha sido administrada uma vacina integrada na lista definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para vacinas que podem ser usadas em situações de emergência.

(Notícia em atualização)

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais