Novo Banco recebeu €7 mil milhões dos contribuintes? Costa nega

Novo Banco recebeu €7 mil milhões dos contribuintes? Costa nega
Leonor Riso 20 de maio de 2020

Durante o debate quinzenal, Rui Rio diz que portugueses pagaram €7 mil milhões. Primeiro-ministro pega nas contas e diz que só só 32% do capital injetado é do Estado.

No debate quinzenal, Rui Rio fez as contas sobre as ajudas ao Novo Banco: 7 mil milhões de euros, que os portugueses pagaram em impostos. Porém, António Costa garante que desse montante, só 32% do capital injetado é do Estado - e por isso, é essa percentagem que advém dos contribuintes. 

"Aquando da venda em 2017, o Governo comprometeu-se com mais 3,9 milhões de euros para o caso de serem descobertas imparidades escondidas, ou seja, mais calotes escondidos que os calotes que já tinham sido descobertos. E é assim que em 2017 o Governo transfere 792 milhões de euros para o Novo Banco, mais 850 milhões em 2018, em 2019 mais 850 milhões, isto dá mais 2,1 milhões de euros para o Novo Banco", afirmou Rio. 

"Se aos 2,1 mil milhões somarmos os 4,9 mil milhões, a fatura de impostos do Novo Banco são sete mil milhões de euros. Permita-me dizer aqui uma coisa: sem que a Justiça tenha tido a capacidade de julgar quem quer que seja, ou punir, no que é o maior crime de colarinho branco em Portugal", criticou o líder social-democrata. "Temos que pagar, mas temos que pagar porquê? Se for devido; se não for, não temos que pagar. E depois de 7 mil milhões, é bom aferir se é devido."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais