‘Apagão’ na Internet: resolvido problema que deixou sites como Reddit, CNN ou Bloomberg em baixo

Jornal de Negócios 08 de junho
As mais lidas

Dezenas de sites estiveram inacessíveis na manhã desta terça-feira, como foi o caso das plataformas Reddit, Pinterest ou Twitch. O 'apagão', que já foi resolvido, durou cerca de uma hora.

Durante cerca de uma hora, quem tentou aceder ao site da BBC, CNN ou passar os olhos pelo Reddit recebeu o mesmo código de erro "Error 503 Service Unavailable", com a experiência a repetir-se em diversos sites.

bloomberg
bloomberg Getty Images
Em causa esteve uma falha na Fastly, a empresa fornecedora de CDN, a rede de distribuição de conteúdos, que assegura o funcionamento de vários destes sites. No Twitter, Matt Taylor, gestor de produto no jornal Financial Times - que também esteve offline - deu algumas indicações sobre o tema.

"A Fastly, a fornecedora de CDN, está a ter uma falha massiva, que está a fazer com que o Twitch, Pinterest, Reddit, The Guardian ou o FT tenham erros 503", escreveu na rede social. Também os sites da BBC, da CNN ou o New York Times não estão a funcionar. A extensão desta falha chega também ao domínio governamental: os sites ligados ao Governo do Reino Unido apresentavam o mesmo erro. 

Na área que a Fastly disponibiliza aos utilizadores para acompanhar o estado dos serviços, a empresa norte-americana deixou um aviso sobre esta falha, que terá sido detetada por volta das 11 horas (hora de Portugal Continental). Desde essa hora que a empresa diz estar "a investigar o potencial impacto no desempenho dos serviços CDN."

A empresa tem partilhado atualizações ao longo da última meia hora, frisando que "continua a investigar esta questão".  Na mesma página é possível perceber que as várias regiões, desde a América do Norte até à Europa, estão com serviços afetados. 

O site norte-americano The Verge, que pertence à Vox Media, é outro dos canais de informação afetados pela falha. Especializado no tema da tecnologia, está a recorrer ao serviço Google Docs e às redes sociais, como o Twitter, para partilhar artigos com os leitores sobre esta falha. 

A Fastly refere que já identificou a situação que motivou esta falha, estando a "implementar uma correção".

Falha também afeta serviços específicos

Embora alguns sites continuem funcionais, como foi o caso do Twitter, também não escapou a parte das consequências desta falha. Enquanto alguns sites estão completamente em baixo e inacessíveis aos utilizadores, outros continuam a funcionar mas com alguns serviços afetados. 

No caso do Twitter, por exemplo, neste momento existem alguns problemas a apresentar imagens específicas, como os emoji. De acordo com o editor de tecnologia do britânico The Guardian, é a Fastly a empresa responsável pelo alojamento destas imagens no Twitter. 

(notícia atualizada às 12h15)
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Investigação
Opinião Ver mais